2010, um divisor de águas


2010 passou e nunca mais voltará. Apenas lembranças ficaram gravadas na memória. Puxa! Foram tantas coisas, tanto amor de Deus por mim. Na verdade eu posso declarar com convicção que 2010 sem dúvida foi o melhor ano de toda a minha vida. Costumo dizer que foi um divisor de águas, mesmo. Entenda por que…

Lembro-me do mês de Fevereiro. Eu estava no Rio de Janeiro, no retiro de solteiros da Comunidade Atos. Nunca antes, tinha visto um pastor confessar suas “misérias”, suas entranhas com tanta “facilidade.” Quatro dias de muito confronto de Deus acerca da maneira que eu vivia. Quando retornei a São Paulo, o Espírito me inquietou muito de maneira que fui conduzido a confessar tudo que me prendeu durante anos da minha vida. Como jovens todos enfrentamos muitas batalhas interiores (coração, sentimentos, pensamentos, desejos…). Sofria com meu pecado. Eu tentava lutar sozinho batalhas que jamais conseguira vencer sem alguém. Foi necessário reconhecer o quanto precisava do outro para ajudar-me a vencer meus pecados ocultos. Acredite: “Juntos somos mais fortes.” Pedi ao Espírito Santo que me encorajasse e me ajudasse a confessar a Deus e a uma pessoa de confiança, que de fato esta pessoa também pudesse me ajudar. Eu passei a vida me sentindo um lixo no que diz respeito a mentir para Deus. Então não precisava de ninguém que me apedrejasse, porque eu mesmo, todos os dias, o fazia. Numa sala pequena, confessei todas as minhas misérias… (foi muito difícil… A voz quase não saía) Havia muita lama dentro de mim. Eu cantava na igreja, mas o diabo me tinha em suas mãos e vivia me acusando. Eu liderava os jovens da igreja, mas no fundo, a minha vida não era exemplo pra ninguém. A verdade é que eu vivia de aparência. Em Tiago 5.16 lemos assim: “Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis”. Esta palavra se fez verdade em minha vida… Com choro de profundo arrependimento fui molhado, lavado por Deus. As águas de Deus lavavam o meu interior e ainda hoje, continuam lavando. Oramos ao Senhor pedindo perdão e, de imediato pudemos sentir Sua graça nos alcançando. Minha vida nunca mais foi a mesma a partir daquele dia. Pela primeira vez sentia-me diferente… Sem peso, sem culpa, sem angustia, sem amarrações, sem algemas… Que maravilha! Esta atitude também gerou e ainda hoje gera frutos em outras vidas (meus discípulos queridos que o Senhor confiou-me). É muito recompensador vê-los confessando suas culpas e fazendo o caminho de volta. É por este e outros motivos que digo que vale a pena obedecer a Deus. Ainda que a Sua voz nos leve para um lugar onde não gostaríamos de estar, vale muito a pena.

Como pude ser tão burro e passar anos daquela maneira? Como pude ser escravo do pecado e deixar que satanás brincasse comigo como uma “marionete”? Levou tempo para descobrir que a cura poderia vir de várias maneiras, uma delas: A confissão.

Deus está fazendo uma grande obra em minha vida. Esta obra não é grande aos olhos humanos e nem tem a ver muito com grandes estruturas, multidões, palcos ou luz. Esta grande obra tem a ver com o nosso interior. Sim, porque ninguém por mais entendido pode fazer o que Deus fez e está fazendo dentro de mim: Uma limpeza, uma faxina geral.

Se com sinceridade e arrependimento confessarmos nossos pecados a Deus e a uma pessoa, vamos começar a andar em grande liberdade e a experimentar uma alegria que nunca tivemos antes. Eu sinto e vivo esta alegria diariamente. Tenho vivido experiências sobrenaturais que jamais viveria se estivesse naquele caminho horrível. Existe mais de Deus e eu me conformava com um mover de domingo apenas.

“Antes eu te conhecia só por ouvir falar, mas agora eu te vejo com os meus próprios olhos.” (Jó 42:5)

Quero te encorajar a deixar suas misérias. Você não precisa carregar este fardo, não precisa se sentir culpado, não precisa sentir-se longe de Deus, não precisa viver de aparência como eu vivia… Aos olhos dos outros eu sempre foi uma benção, mas aos olhos de Deus, não. Sabemos de fato quem somos quando estamos sozinhos. Quem é você e eu quando ninguém nos vê!? Chega de aparência, chega de mentira, chega de engano. Chega!  Vá adiante, e espere coisas maiores. (Fp 3.12-14). Se você continuar se ocupando com a sua ferida, e coçá-la, ela não pode curar.

Receba a cura interior aí onde você está em nome de Jesus. Deus pode restaurar a sua vida por completo, pegar os cacos quebrados e refazer o vaso novamente. Deus é especialista em restauração!

“Para trás, Satanás não quero mais te ouvir, seus enganos não vão me confundir. As feridas que você me causou as pedras que em mim atirou, os sonhos que você me roubou, O Senhor restaurou tudo em mim”. (Letra CTMDT – Música: “Para trás, satanás”)

{b.a}

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s