Tratando com amabilidade o sei traidor


Ninguém imaginava que uma pessoa que estava sendo traída e na iminência de ser presa tivesse a atitude tranqüila do Mestre da Vida. Os soldados não entendiam o que estava acontecendo. Esperavam ver a indignação e a revolta de Jesus para com seu traidor, mas presenciaram um beijo, momentos de silêncio e reações de amabilidade. Parecia mais um encontro de amigos. E era.

Jesus ainda considerava Judas seu amigo. Costumamos romper com as pessoas quando as frustrações que nos causam ferem mortalmente nosso encanto por elas. Mas o homem que dava a outra face não tinha inimigos. A atitude do mestre não era a de um pobre coitado, mas a de alguém indescritivelmente forte, alguém que sabia proteger sua emoção e arejar as áreas mais íntimas de seu inconsciente. Jesus encontrou a liberdade jamais sonhada pela psiquiatria.
Com um desprendimento inimaginável, Jesus chamou seu traidor de amigo no ato da traição e deu-lhe mais uma preciosa oportunidade para refazer sua história (Mateus 26:50).
Cristo nunca descarregava em ninguém as suas angústias. Momentos antes, sua alma gemia de dor. Minutos antes, seus pulmões respiravam ofegantes, seu coração batia acelerado, os sintomas psicossomáticos agrediam seu corpo, e o suor sanguinolento testemunhava que ele atingira o topo do estresse. Tinha, portanto, todos os motivos para descarregar sua tensão em Judas, mas foi de uma gentileza poética com ele.

Ao contrário de Jesus, frequentemente descarregamos nossas tensões nas pessoas menos culpadas por nossa ansiedade. Quando nossa frágil paciência se esgota, ferimos aqueles que mais amamos.
A história registrou um momento raro no ato da traição de Judas: uma cena de terror se transformou numa cena de amor.

Fonte: “Augusto Cury, Análise da Inteligência de Cristo 3 – O Mestre da Vida”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s