Informativo #01 | Fev/2016


image

Ol√° irm√£os!

Hoje faz exatamente sete dias que sa√≠ de casa. E esta √© a minha primeira semana aqui no CPP – Curso de Prepara√ß√£o Prof√©tica. Minha fam√≠lia veio me trazer e, apesar disto ser uma coisa t√£o simples, para mim foi uma provid√™ncia de Aba. Depois de chegarmos na ch√°cara e sermos bem recebidos e instalados, eles me ajudaram a organizar “meu guarda roupas”. Meu (entre aspas) porque divimos os quartos com mais nove rapazes. Aqui vivemos em comunidade, onde nada √© propriamente seu, mas de todos. Tamb√©m estamos aprendendo a cultivar a cultura da honra, onde o outro deve ter sempre a primazia e ser honrado.

H√° regras para tudo. E elas s√£o boas, porque nos guardam e disciplinam nosso corpo para o bom andamento e organiza√ß√£o (um √≥timo tempo para aprender a ser disciplinado e organizado). Somos quase trinta pessoas morando juntos (uma experi√™ncia e tanto). Aqui acordamos cedo, temos um tempo devocional, caf√©, aulas, almo√ßo, tempo de ora√ß√£o coletiva, comunh√£o, leitura, jantar, tarefas pr√°ticas sobre as aulas, e muito aprendizado. N√≥s tamb√©m cuidamos da manuten√ß√£o da ch√°cara – cada um tem responsabilidades di√°rias. Aprendi que “varrer uma cal√ßada √© t√£o espiritual quanto tocar uma guitarra”… Tudo est√° diante dos olhos de Deus, por isso temos que fazer com zelo e excel√™ncia. Nossos quartos tamb√©m devem manter a ordem. Ouvi de um irm√£o algo muito interessante: “Se voc√™ organiza seu guarda-roupas, Deus pode te dar uma cidade para organizar”.

A semana √© bem intensa e o meu corpo “sofreu” um pouquinho, mas daqui a pouco ele aprende – devo disciplin√°-lo. Uma outra coisa que tenho sentido aqui √© muita fome (f√≠sica). Me perguntei: “Porque?” Porque comemos de maneira regrada, nos hor√°rios certos e N√ÉO H√Ā DOCES… Um verdadeiro tratamento pra mim, rs. N√£o sabia que eu era t√£o dependente do a√ß√ļcar assim. Que coisa boa √© a abstin√™ncia, ela nos mostra onde est√£o nossos prazeres e satisfa√ß√£o.

Esta semana estamos na “Semana da Espiritualidade”. Aprendemos sobre medita√ß√£o, solitude, paix√£o por Jesus, simplicidade, submiss√£o, jejum, confiss√£o, adora√ß√£o, celebra√ß√£o e outras disciplinas necess√°rias para quem deseja conhecer a Deus e crescer em seu relacionamento com Ele.

As aulas são sempre muito boas! Ministradas por pessoas que transbordam Jesus. Os alunos são famintos por mais de Deus. Esta combinação tem nos rendido um ambiente de revelação e quebrantamento diário.

Neste feriado tamb√©m est√° acontecendo na cidade a “Escola de Adora√ß√£o Converg√™ncia”. Est√° sendo incr√≠vel imergir na Palavra e aprender sobre o movimento mundial de ora√ß√£o que prepara o caminho para a volta do Noivo. Somos os Jo√Ķes Batistas deste tempo. Somos precursores.

Irm√£os, sinto que estou exatamente no CENTRO DA VONTADE DE DEUS para este momento da minha vida. N√£o √© um lugar geogr√°fico, mas um estado de obedi√™ncia do cora√ß√£o. Posso afirmar com plena convic√ß√£o de que N√ÉO H√Ā MELHOR LUGAR PARA SE ESTAR, DO QUE NO CENTRO DA VONTADE DE DEUS. Ainda que as ren√ļncias sejam dolorosas (fam√≠lia, amigos, emprego, casa e tudo o que se pode deixar para tr√°s), este lugar em Deus √© sempre pleno de alegria, foco e paix√£o. Ent√£o quero te encorajar a sair da fronteira e ir exatamente para o centro da vontade de Deus.

“Porque, como o jovem desposa a donzela, assim teus filhos te desposar√£o a ti; como o noivo se alegra da noiva, assim de ti se alegrar√° o teu Deus” Isaias 62:5

Ele me disse que este √© um ano de ser lapidado. Ele est√° acessando todos os rec√īnditos do meu cora√ß√£o, afetando tudo em mim. Deus est√° alegre! E neste processo absolutamente necess√°rio, eu tamb√©m estou.

Eu nasci para este tempo!

Do missionário de oração mais feliz do mundo, :)

{b.a}

07 | fev | 2016

A amizade com Deus e as dores necess√°rias


Eu estou indo para uma temporada de nove meses fora de casa. Foram muitos anos de oração e busca para OUVIR Deus sobre o que Ele realmente queria. As malas estão prontas e o meu coração também. Hoje me mudo para a cidade de Monte Mor. Vou estudar, me aprofundar e me equipar para cumprir a Tarefa com mais excelência.

H√° poucos minutos para sair de casa, estou com os sentimentos misturados… E, apesar da alma agitada e das vozes que dizem “n√£o v√°”, estou FOCADO. Eu DECIDI envolver-me na procura dos meus interesses eternos. Felizmente estou sendo¬†Ekballoado – LAN√áADO EM LINHA RETA (com uma no√ß√£o de viol√™ncia) pelo meu Senhor, AT√Č O DESTINO PRETENDIDO.

N√£o √© nada fa√ßo renunciar. Estou deixando fam√≠lia, emprego, conforto, amigos… Tudo. √Č verdade que as ren√ļncias doem. Mas eu tenho uma aspira√ß√£o na vida: Ser amigo de Deus. E por esta aspira√ß√£o, qualquer dor √© v√°lida e necess√°ria.

Nouwen diz que ‚Äúseguir a voz do amor, passo a passo, confiando que Deus nos dar√° tudo de que precisamos √© um grande desafio‚ÄĚ. √Č verdade! Estou indo para este grande desafio, confiando na Voz que me chamou, e tendo como prioridade Filipenss 3:7 ‚Äď ‚ÄúMas o que pra mim era lucro, passei a consider√°-lo como perda por amor de Cristo‚ÄĚ.

Enquanto escrevo, o Aba colocou uma can√ß√£o dentro de mim. √Č do Romulo Racanelli, chama-se “Entreguei”:

Tu és tão lindo, Senhor
√Čs t√£o am√°vel, Senhor
√Čs incompar√°vel, Senhor
Jesus

Tu és o Mestre, Senhor
Tu és o próprio Amor
Te seguirei meu Senhor
Jesus

A minha vida entreguei
Tudo a Ti entreguei
O meu presente entreguei
O meu futuro eu entreguei

Sou Teu escravo Senhor
N√£o tenho direitos
Me rendo a Ti em amor
Pois me entreguei Àquele que é o Senhor

Por ti eu me nego, Senhor
Tudo eu entrego, Senhor
Desejos e sonhos, Senhor
Jesus

Ti servirei meu Senhor
A quem Tu mandares eu vou
Morri pra mim mesmo, Senhor
Jesus

Meus irmãos, regozijem-se comigo! Eu estou indo cumprir minha vocação e chamado. E se um dia se entristecerem com a minha partida, lembrem-se do que disse Jesus:

‚ÄúOs meus amigos fazem o que eu vos mando‚ÄĚ Jo√£o 14:5

‚ÄúAssim, pois, todo aquele que dentre v√≥s n√£o renuncia a tudo quanto tem n√£o pode ser meu disc√≠pulo‚ÄĚ Jo√£o 14:33

Somos discípulos e amigos de Jesus? Então vamos fazer tudo quanto Ele nos disser, ok!?

Eu amo vocês!

{b.a}

As urg√™ncias de Aba e Sua procura por algu√©m


Voc√™ j√° experimentou perguntar para Deus o que est√° no cora√ß√£o dEle? J√° parou para pensar que assim como n√≥s, Deus tem urg√™ncias? Eu j√°! E desde que fiz isso, minha vida nunca mais foi a mesma. Ele passou a repartir comigo Suas ang√ļstias e anseios pelo homem. Deus √© apaixonado pela humanidade e o Seu amor √© indesist√≠vel! Ainda bem.

Esta semana estive em Janda√≠ra/RN me gastando na seara. No dia 12 de Janeiro (ter√ßa-feira) pela manh√£, em meu tempo de conversa com Aba, Ele me lembrou que aquele era o primeiro dia em que eu estava pisando no campo como um ‚Äúmission√°rio integral‚ÄĚ. Em 12/12/2011 eu deixei a empresa que trabalhava para servir a igreja (voc√™ pode ler esse texto AQUI). Para quem n√£o sabe, ap√≥s quatro anos servindo a igreja, agora estou indo definitivamente para os campos :). O devocional deste dia me encorajou e me animou para encarar o dia e a semana que viria…

Foram dias intensos de muito trabalho, ardor e recompensas. Estou em casa, com o corpo cansado e a alma ainda agitada por tantas histórias que ouvi e me envolvi. Quero dividir com vocês, algumas delas:

Fazia três anos que não chovia na cidade. Nós estávamos nos aprontando para partir, quando de repente ouvimos o som da chuva. Corri para a rua para ver, e o que vi, foi tão bom quanto a própria chuva:

Vi crian√ßas, jovens e adultos nas ruas… Felizes, eles gritavam, corriam, dan√ßavam, brincavam e se divertiam enquanto a chuva ca√≠a sobre Janda√≠ra. Meu cora√ß√£o saltou de alegria… Podem imaginar como ficou o de Aba? Quando a Igreja entende a sua Tarefa e a executa, Deus rasga os c√©us e traz a Sua vontade sobre a terra.

Eu vi uma mulher “entrevada” numa cama em seu quarto escuro sofrendo com fortes dores abdominais. Dias depois, a vi de p√©, sorrindo aliviada.

Vi uma mulher sentada √† porta de um bar. Aproximei, me agachei, e vi o quanto Jesus a ama. Olhando em seus olhos, Aba permitiu-me experimentar as ang√ļstias daquela mulher e me disse que ela desejava morrer. Fui tomado tamb√©m pela urg√™ncia de Deus, que a quer para Si e tem pressa e desejo de ser Conhecido. Com todos aqueles sentimentos dentro de mim, passei a afirmar tudo o que Aba me dizia a respeito dela. Vi quando Jesus a abra√ßou e a incluiu. Vi quando ela respirou aliviada.

Vi a pureza de um garoto de quatro anos confessando a Jesus e chorei.

Lucas e sua história

Lucas e sua história

Vi jovens perdidos dentro de becos escuros. E vi jovens sedentos entrando nos becos escuros para encontrar os perdidos nas drogas, avisando-os que h√° outra forma de Vida.

Vi uma mulher de 27 anos que atormentada, vive literalmente enjaulada. Aproximei e senti o cheiro de porco que subia do ‚Äúquarto‚ÄĚ inabit√°vel e das fezes que estavam em seu rosto. Olhei para ela e ‚Äúsofri com‚ÄĚ… Seu olhar sofrido me disse: ‚ÄúIsto √© viver?‚ÄĚ Vi quando oramos declarando “paz”, e o Pr√≠ncipe da Paz imediatamente concedeu al√≠vio √† alma atormentada.

Vi um jovem bonito e inteligente, que, aparentemente vivia muito bem. Mas ele tentou tirar a sua própria vida sete vezes. Vi quando Jesus o chamou para Si. Vi quando Ele atendeu o convite e ajoelhou-se, se entregando à Jesus.

Vi uma mulher sofrendo por n√£o ser aceita. Vi quando Jesus disse a ela: ‚ÄúEu te amo!‚ÄĚ e as l√°grimas correram na sua face.

Vi Deus nos livrar de um escorpi√£o.

Vi um garoto e uma garota na madrugada, perdidos e sem destino. Eu vi os olhares vazios. Eu vi Cristo entrando nos lugares escuros e afirmando Seu forte desejo de tê-los para Ele mesmo.

Vi meu coração alargar, ao abraçar o mal cheiroso.

Vi que n√£o h√° lugares que Jesus n√£o deseje entrar.

Vi como meu cora√ß√£o ficou quando experimentei o cora√ß√£o de Aba com mais intensidade e peso… Chorei. Pedi a Ele para SEMPRE DIVIDIR COMIGO. ‚ÄúVoc√™ encontrou um amigo, Jesus. Por favor, conte SEMPRE comigo. Minha disposi√ß√£o e disponibilidade s√£o para o Senhor. Quero me envolver com as suas quest√Ķes (que tamb√©m s√£o minhas). Vamos JUNTOS (eu e Voc√™) cooperar com o avan√ßo do Seu Reino!‚ÄĚ.

Sinto que Deus está procurando pessoas com as quais Ele possa repartir o Seu coração. Deus está procurando pessoas que falem menos, que se assentam para ouví-Lo, e que se levantam para obedecê-Lo imediatamente. Quando Ele encontra alguém assim, aí está o início de uma grande amizade.

Em todo lugar h√° pessoas sofrendo, sem esperan√ßa de vida, buscando preencher seus vazios em coisas, perdidas, no escuro. Algu√©m precisa AVIS√Ā-LAS que elas n√£o precisam viver assim. Algu√©m precisa DIZER que h√° Esperan√ßa e verdadeira Alegria. Algu√©m precisa IR (e ir, denota movimentar-se) para VER o seu estado (de afli√ß√£o, exaust√£o e orfandade) e se COMPADECER (sofrer junto).

Alguém precisa parar de se manter indiferente à situação dos necessitados, porque estará irreversivelmente perdido (Mateus 25:31-46).

Alguém precisa parar de gastar tempo com o temporal para investir tempo no que é eterno. Alguém precisa ABRAÇAR e INCLUIR. Alguém precisa deixar suas próprias urgências para se envolver com as urgências de Deus. Alguém precisa AMAR A DEUS e prestar atenção no pulsar do coração dEle, porque a sede de almas será a consequência necessária de tal amor.

Você é este alguém? Você vai? Você pode? Você quer?

{b.a}

Ainda um pouco…


20150110_135816240_iOS

H√° uma forma de viver aqui nesta terra sem desfalecer, sem se apegar, sem perder tempo. Eu a chamo de “maneira contemplativa de viver”:

n√£o atentando n√≥s nas coisas que se v√™em, mas nas que n√£o se v√™em; porque as que se v√™em s√£o temporais, e as que n√£o se v√™em s√£o eternas”. (2 Corintios 4:18).

Foi o mano Paulo que, ap√≥s muito sofrer, alcan√ßou este cora√ß√£o desapegado e sem ra√≠zes no temporal. Eu realmente quero por os meus olhos e dirigir minha aten√ß√£o para observar as coisas eternas. Nesta busca cont√≠nua pelo o que vale a pena viver, e neste meu sofrer cotidiano que anseia e espera pelo retorno de Cristo, encontrei um texto de Nouwen, que sempre descreve o meu cora√ß√£o. “Ainda um pouco” veio para amenizar minha saudade:

Disse Jesus a seus disc√≠pulos: ‚ÄúAinda um pouco n√£o me tereis mais adiante dos olhos, e ainda mais um pouco e me vereis‚ÄĚ (Jo 16:16).

A vida √© ‚Äúainda um pouco‚ÄĚ, um breve momento de espera. Mas a vida n√£o √© uma espera vazia. √Č um esperar cheio de expectativa. Saber que Deus, de fato, cumprir√° a promessa de renovar tudo e nos oferecer√° um ‚Äúnovo c√©u e uma nova terra‚ÄĚ torna a espera empolgante. J√° podemos ver o in√≠cio do cumprimento. A cada primavera, a natureza fala dele; as pessoas falam dele sempre que sorriem; o sol, a lua e as estrelas falam dele quando nos oferecem luz e beleza; e toda a hist√≥ria fala de quando, em meio a toda devasta√ß√£o e caos, surgem homens e mulheres que revelam a esperan√ßa que vive dentro deles.

Esse ‚Äúainda um pouco‚ÄĚ √© um tempo precioso. √Č um tempo de purifica√ß√£o e santifica√ß√£o, um tempo de prepara√ß√£o para a grande passagem rumo √† casa permanente de Deus. Qual √© a minha principal tarefa durante meu ‚Äúainda pouco‚ÄĚ ? Quero apontar os sinais do Reino vindouro, falar sobre os primeiros raios do dia de Deus, testemunhar as muitas manifesta√ß√Ķes do Esp√≠rito Santo entre n√≥s. N√£o quero reclamar desse mundo passageiro, mas me concentrar no eterno que brilha no meio do temporal. Desejo criar um espa√ßo onde esse eterno possa ser visto e celebrado.

Todo dia, √† mesa da comunh√£o, experiencio unidade e paz crescendo entre n√≥s. √Č um vislumbre do Reino durante meu ‚Äúainda um pouco‚ÄĚ. Henri Nouwen

Meu 2015


image

Fim de ano √© sempre a hora de fazermos aquele balan√ßo de como foi a nossa vida, n√£o √© mesmo? Eu estou aqui refletindo sobre isto… Desde que decidi n√£o viver para mim, mas pela Causa (de Cristo), minha vida sofreu uma mudan√ßa muito significativa. Eu escolhi n√£o viver buscando as coisas desta vida, como se fosse viver aqui para sempre.

Então, ao fazer um balanço deste ano, o que eu realmente quero encontrar, é se houve ou não um Cristianismo prático no meu modo de viver diário. Se eu me dediquei para conhecer ao Senhor, se os lugares por onde eu passei, e as pessoas com as quais eu me encontrei (sejam conhecidas ou desconhecidas) foram de fato tocadas pelo Cristo que habita em mim. Porque na verdade, é isto que faz a diferença. E é isto que realmente vale a pena!

Vasculho minhas motiva√ß√Ķes. Busco enxergar se Cristo foi evidenciado em cada compromisso que eu me envolvi. Se as salas de aula tiveram o ambiente mudado quando Cristo (com seu jeito amoroso e divertido) entrou junto comigo, quando Ele percebeu as ang√ļstias dos alunos e me avisou, para que eu pudesse estender Vida e derramar Amor, aliviando os aflitos de alguma forma.

Certa vez, li uma frase: “Que tipos de fotos contariam hoje como voc√™ tem gasto sua vida nessa terra?” Aqui est√£o algumas fotos que eu fiz em 2015. Ao observar cada uma delas, percebo que n√£o as teria feito sem a ajuda e a inspira√ß√£o de Jesus. √Č Ele Quem ajusta o meu olhar, agu√ßa minha percep√ß√£o e me faz enxergar as coisas que certamente passariam desapercebidas por mim. Que ano incr√≠vel!

Para o ano de 2016 eu desejo que Cristo seja mais evidenciado em minha vida. Quero deix√°-Lo permear todo o meu ser. Quero me empenhar em busc√°-Lo, a fim de conhec√™-Lo para am√°-Lo, obed√™-Lo e faz√™-Lo conhecido – N√£o apenas com a proclama√ß√£o que sai da minha boca, mas tamb√©m pela proclama√ß√£o que grita atrav√©s da maneira de viver, fotografar, escrever, conversar, olhar, pela maneira de perceber o outro, atrav√©s das minhas ren√ļncias recorrentes de agora, e com as quais eu ainda terei que me deparar no futuro.

Quero criar raízes mais profundas dentro dEle. Quero meu coração bem ancorado na Trindade e nos Seus interesses. Quero ser confundido com Jesus em todo o tempo da minha peregrinação aqui nesta terra, até o dia em que Ele voltar.

Vem 2016!

{b.a}