Meriam é libertada!


Meus irmãos, a oração pode tudo! A oração move tudo! Quando a igreja toma sua posição e ora, Deus traz a Sua vontade para a terra.

Vocês se lembram do irmão Yousef Nadarkhani? Ele esteve preso injustamente, a igreja orou e nosso irmão recebeu a liberdade!

E dos missionários brasileiros José Dilson e Zeneide? Eles estiveram presos no Senegal. Oramos, clamamos, choramos, sofremos juntos, nos mobilizamos com convocações de oração nas redes sociais (Janeiro/2013),  recebemos cartas do José Dilson de dentro da prisão compartilhando suas experiências (você pode ver aqui Carta 1 e Carta 2), recebemos a notícia da liberdade (Abril/2013), e uma carta de agradecimento do missionário (Maio/2013).

Claro que esses são casos de repercussão internacional, por isso, devemos lembrar de continuar orando pelos milhares de irmãos “anônimos” que ainda sofrem perseguição. [Deus me têm feito amar a Coréia do Norte].

Esta semana recebi outra resposta de oração: A liberdade de Meriam! Aleluia! \o/ Que alegria! :) Vejam a matéria divulgada esta semana pelo “Portas Abertas”:

Termina o longo calvário de Meriam Ibrahim e sua família

“Os justos clamam, o Senhor os ouve e os livra de todas as suas tribulações.” Salmos 34.17

Depois do calvário que durou um ano, e após o governo do Sudão ter enfrentado pressão internacional sem precedentes, a cristã sudanesa Meriam Ibrahim é libertada e acompanhada de sua família voou para Roma nesta quinta-feira (24) em um avião do governo italiano.

Os advogados de Meriam informaram que todas as acusações contra ela foram retiradas. Ela foi poupada de uma sentença de morte por se converter do islamismo para o cristianismo, mas estava proibida de deixar o Sudão.

A jovem sudanesa cuja sentença e prisão desencadearam uma comoção internacional, saiu da aeronave com seu bebê no colo e foi saudada pelo primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi.

Meriam foi acompanhada no avião pelo vice-ministro de Relações Exteriores da Itália, Lapo Pistelli. Ele disse aos jornalistas no aeroporto Ciampino, em Roma, que a Itália estava em “constante diálogo” com o Sudão, mas não deu mais detalhes sobre o caso.

Pistelli acrescentou que a família esta em boa saúde e ficará na Itália por alguns dias antes de ir para os Estados Unidos. O ministro, que carregava um dos filhos de Meriam no avião, disse esperar que ela tenha algumas “importantes reuniões” durante seu período na Itália.

Não há dúvidas de que a enorme onda de apoio internacional ajudou a manter o caso dela no centro das atenções.

Pedidos de oração

  • Peça a Deus que continue sustentando Meriam e sua família.

  • Agradeça ao Senhor por cumprir o seu plano perfeito na vida de Meriam, como fez no caso de Israel, quando Faraó se recusou a deixar o povo sair do Egito.

 Fonte: Portas Abertas

A Experiência da Privação


 

Depois de um retiro, todo mundo volta pra casa vibrando e disposto a perseverar em tudo aquilo que recebeu enquanto esteve “trancado”. A verdade é que não demora muito tempo e lá estamos nós, outra vez, vivendo a mesma “vidinha” de sempre. Sem perceber, a gente se afoga no cotidiano e volta a viver da mesma maneira.

E se a gente pudesse viver retirado?

Nos últimos dias tenho praticado solitude e silêncio. Ah! Como têm me feito bem! Estou aprendendo a ouvir Deus, e não há melhor maneira de ouví-Lo senão se calando. Essa introspecção me faz viver retirado. Não são retiros geográficos, onde me desloco de casa para ir a um sítio ou campo. Eles acontecem no meu cotidiano.

Viver retirado é se desapossar das coisas que me fazem perder tempo e ficar SÓ com Jesus! É deixar Jesus fazer parte de TUDO. Até das coisas mais corriqueiras… Bebo água com Jesus e almoço com Ele. Vou ao banheiro com Jesus e agradeço a Ele por tudo estar funcionando perfeitamente dentro de mim. Tomo chá a noite conversando com Ele. Quero que Ele faça parte de tudo! E posso dizer uma coisa? Ele AMA isso! Rs

Eu quis me privar e me retirar para arrancar de mim mesmo o gozo das coisas. Percebi que as coisas estavam atrativas demais aos meus olhos e, que nelas, eu empregava TODO o meu tempo. Como fugir disso? Vou para um lugar onde não há nada para distrair. Saio para o deserto para colocar a vida em ordem. Lugar perturbador e curador.

Tozer, em seu livro “Cinco Votos para Obter Poder Espiritual”, escreve: “O valor da experiência da privação está em seu poder de nos desvincular dos interesses passageiros da vida e nos lançar de volta à eternidade”.

Ele me desconfigura. E me configura no padrão original.

{b.a}

Exaltamos Jesus


Jesus é muito lindo mermu, né não!? rs Cada dia que passa Ele me leva a conhecê-Lo mais, e então eu me apaixono cada vez mais! Aí está o que há de mais precioso na vida: Conhecer o Filho de Deus!

Quero dividir com vocês esta canção e esse texto do Vitor, que me fizeram parar tudo e adorar. Ô maravilha!

“Uma das maravilhosas realidades da adoração é que ela me transporta imediatamente, de onde quer que eu esteja, com quem quer que eu esteja diretamente para o céu. Uma favela no Haiti, uma mega igreja Sul Coreana, um grupo pequeno aqui na minha casa, sozinho nas ruas de Dublin, estes podem ser os pontos de partida para uma jornada sem tempo, sem espaço, na eternidade e para sempre, via adoração.

Adorar a Jesus me leva a experimentar a eternidade agora, a gozar do céu em vida, a experimentar a alegria e o consolo divino mesmo que em meio a qualquer adversidade.
Pela experiência da adoração, ao fechar os olhos, meu coração se abre para receber a eternidade, descobrir e se fascinar por características daquele que se assenta no trono, diante do qual eu já estou.

Consigo viajar rumo aos tempos eternos, mesmo sem sair do lugar, e me ver ao lado dos grandes homens e mulheres do Deus de toda história, juntamente com seres fabulosos, no grande mar de vidro.
Posso cantar responsivamente, e até tentar uma segunda voz junto com milhares de milhares de anjos que declaram que Jesus é Santo, que o Cordeiro é Digno.
Ao confessar com meus lábios em adoração que Ele é Senhor, eu me vejo diante de um grande trono branco, ao lado de todo tipo de gente, de todas as cores, de todos os cantos da terra. Estamos todos ali, lado a lado, vendo se cumprir o que foi escrito milhares de anos atrás.

Simplesmente por que este maravilhoso homem, Jesus, nos amou de tal maneira e se tornou o ponto e a linha central de toda a história, podemos unir nossas vozes para exaltá-lo no mais alto lugar de reconhecimento, dignidade e amor”. Victor Vieira

Saiba mais em www.victorvieira.org

Golpeia! {Elisabete da Trindade}


Na Sexta-feira Santa de 1898, Elisabete teve a coragem de cantar o sofrimento com um hino que, deixando de lado as considerações literárias, revelou o seu ardente desejo de ser crucificada com Cristo, a fim de unir-se com ele em tudo e comungar toda a sua vida. Citemos algumas estrofes:

Golpeia, golpeia, oh, sofrimento tão caro;
Golpeia, golpeia, oh, tão amada dor.
Tu que deveras não poupaste o Salvador,
Sê, nesta terra, minha doce esperança.

Golpeia; não posso viver sem ti.
Golpeia, para que Jesus encontre em mim
Uma crucificada à sua imagem
Que bebe com Ele a amarga bebida.

Golpeia, para que eu tenha a grande alegria
De me assemelhar a Nosso Senhor,
Ao doce Jesus meu divino modelo…
Jesus! Alegria da alma fiel!

Estrangeiro


Sinto a eternidade bater a porta do meu coração.

O mundo piora. Jesus me avisou, está escrito… Sinal de que o fim está chegando. O fim, e o começo… O começo de uma eternidade inteira com Jesus.

A alma se abate e se corrompe com o que é externo e temporal. O espírito se fortalece No Eterno e Incorruptível.

Minha peregrinação logo logo vai se findar. As “malas” estão prontas. Vou embora para o meu país.

{b.a}